A viagem mais inesquecível…

Junho de 2017. Pensando sobre o que fazer nas férias, decidi buscar algo diferente.

Como nerd que sou, resolvi investir em minha formação pessoal buscando ferramentas e técnicas que me permitissem ser um melhor professor.

Resolvi fazer um curso de coach no IBC (Instituto Brasileiro de Coaching). Sendo muito sincero, eu não tinha certeza do que encontraria.

O curso durou uma semana, de 10 a 16 de julho. Pode parecer loucura, mas nos encontrávamos por volta das 08h30, almoçávamos por volta das 15h00/16h00 ou mais, e ficávamos em atividade até muito tarde, ou cedo… 23h30, 00h30, 01h40, 02h30… 07h30! Sim! Isso mesmo! Houve um dia em que a formação durou praticamente 24 horas. Para que dormir? Para que comer? Eu não quero mais dormir!

Uma loucura. No primeiro dia fiquei um pouco ressabiado. Sou (era!) muito “certinho” e isso parecia estranho. Resolvi seguir o coração e dar uma chance ao Universo e a mim mesmo! Resolvi me PERMITIR viver algo diferente!

Éramos 120 pessoas entre alunos, “anjos” (Staff) e Trainers (Professores). Todos, sem exceção, seres luminosos cujo brilho iluminava cada instante de nossas experiências!

Logo no início disseram que, ao término do processo, seríamos como amigos de longa data se reencontrando. Com todo aquele mundo de gente isso não parecia muito fácil, mas novamente me PERMITI dar uma chance a todos.

Estava em busca de ferramentas e técnicas que permitissem compreender melhor os alunos e ajudar cada um a tirar o máximo de seu potencial. Imaginei aulas teóricas e muito suor cerebral. Estava pronto para isso!

Deparei-me com algo diferente, no qual acredito muito: Metodologia Ativa de Aprendizagem!

Queríamos ser Coaches! Aprendemos isso “sendo Coaches” e colocando em prática diversas ferramentas que nos guiaram a uma viagem inesquecível!

Por meio de perguntas estratégicas, feitas em momentos especiais, em “sintonia profunda” com nosso parceiro de viagem, fomos levados aos mais distantes recantos de nossas vidas. Lembramos de momentos marcantes e das lições que ficaram e definem quem somos hoje! Aprendi a ouvir com atenção, sem julgamento, respeitando e admirando a lição aprendida por cada um. Percebi que todos temos os nossos aprendizados com a vida. Aprendi a valorizar cada momento, cada capítulo, cada personagem de minha vida. Sou grato por todos eles!

Tenho muito orgulho de minha história!

Aprendi “um pouco” sobre as diferentes linguagens na comunicação humana e sobre como isso interfere na compreensão e satisfação de nossos anseios. Quanta coisa teria sido diferente se eu tivesse noção disso antes. Quantas vezes dei o melhor de mim imaginando acertar, sem perceber que a expectativa do outro era até mesmo mais simples, mas nossa comunicação não estava em sintonia.

Sinto-me como se tivesse passado pelo check-up mais completo já realizado. Cada atividade promovia reflexão mais e mais profunda, fazendo com que memórias esquecidas e soterradas no fundo da mente começassem a vir à tona.

Muita coisa começou a fazer sentido! A vida começou a fazer sentido. O ser humano passou a fazer sentido! EU passei a fazer sentido para mim mesmo!

E aquela frase dita no início, à qual não dei muita importância, tornou-se realidade. A cada segundo tornávamo-nos mais e mais próximos, mais e mais íntimos, mais e mais confiantes no próximo, mais e mais amigos.

Conheci pessoas maravilhosas! Luminosas! Com seu lado luz e com seu lado sombra! Seres humanos! Seres de Luz! Conheci a mim mesmo!

Alguns anos atrás, quando percorri o Caminho da Luz em MG, fui em busca de mim mesmo e de Deus percorrendo 200Km em 7 dias e chegando ao Pico da Bandeira, em Alto Caparaó (MG). Buscava um sentido para a vida! Tive algumas respostas! Mas ainda assim não consegui o que buscava…

Andei sozinho durante os dias de caminhada, partindo de uma cidade ao amanhecer e chegando a outra ao entardecer.  Tive a chance de conversar comigo mesmo, com as montanhas ao redor, com as árvores que me davam sombra, com os animais… com o gavião que voava alto sobre mim ao longo de todo o percurso! Com pessoas que me deram água, comida e pouso em diferentes momentos. Com Deus! Foi maravilhoso, sim! Mas faltava algo…

Esse algo que faltava certamente me levou a essa nova viagem.

Em busca de ferramentas para compreender meus alunos e ajuda-los a encontrar o melhor em si mesmos encontrei ferramentas que deram sentido a cada passo que trilhei em minha própria vida.

Conheci, ou RECONHECI a mim mesmo! Encontrei meus diferentes EUs, em diferentes momentos da vida, cada um com sua história, com suas dores, alegrias e lições.

Estranho, mas é como se agora eu tivesse dentro de mim cada um desses personagens! Cada qual com sua história, cada qual com suas forças e fraquezas. Individualmente talvez sintam medo de algumas coisas. Porém, o medo de um é superado pela coragem de outro! A inexperiência de um é superada pela vivência de outro. A fraqueza de um é suprida pela FORÇA DE TODOS JUNTOS!

Fiz coisas muito legais na vida! Me diverti muito! Fiz muitos amigos (alguns que preciso rever)! Também levei tombos, sofri decepções, me machuquei… TODOS esses momentos ensinaram muito!

Sou a soma de todos os instantes, pensamentos, sentimentos, ações… lições de minha vida!

Tenho MUITO orgulho dela!

Comparando com o Caminho da Luz, agora sei que obtive mais respostas por ter feito essa nova peregrinação na companhia de amigos que compartilharam seus próprios desafios, medos, angústias, dores e lições.

Viver é como estudar em grupo: Cada aluno estuda uma parte da matéria e depois compartilha com os colegas o que aprendeu. Assim todos aprendem!

Em alguns momentos de “fraqueza” optei por caminhar sozinho e confiar apenas em mim. Errei! Peço perdão àqueles que ofereceram seu ombro e foram recusados.

Sou grato a todos!

Quanto ao meu objetivo inicial, ser um melhor professor, tenho certeza de que o atingi!

Ao conhecer melhor a mim mesmo, tenho certeza de que poderei dar o melhor de mim com recursos que nem lembrava ter.

Espero viver cada novo dia como sendo o melhor de minha vida! Cada qual com suas situações de aprendizagem e lições aprendidas.

E que tudo aquilo que aprendi e vier a aprender eu possa compartilhar para que meus “companheiros de jornada” aprendam também!

Obrigado a todos que fazem parte de minha vida, ontem, hoje e amanhã!

Sou grato aos meus pais por terem me dado a vida! Doaram-se para que eu esteja aqui! Sou grato aos meus irmãos por cada instante que vivemos!

Sou grato aos amigos que trilharam diferentes trechos de nosso caminho na vida ao meu lado! Aprendemos juntos, crescemos juntos, nos divertimos juntos, sofremos juntos… Evoluímos juntos!

Sou grato aos meus alunos, que ensinam coisas novas todos os dias!

Todos são personagens de uma história maravilhosa, de uma viagem inesquecível… A história de minha vida!

Dedico a todos vocês cada sorriso, cada gota de suor, cada lágrima, cada grito de vitória!

Gratidão eterna a todos!