O que é um estudo do meio?

A resposta imediata provavelmente será – Estudo do meio é uma viagem para estudar! – Porém, é muito mais que isso!

Freinet, ao perceber a grande motivação de seus alunos em atividades ao ar livre, já defendia sua realização, nomeando-os como aula-passeio.

Estudo do Meio é uma atividade extraclasse na qual os alunos são colocados em contato direto com o objeto de estudo. Eles podem ser desde atividades de curta duração, como visitas a parques e museus próximos da escola até viagens de maior duração, tendo como destino regiões que agregam pontos de interesse histórico ou ambiental.

 

Etapas de um estudo do meio

Estas atividades devem fazer parte de sequências didáticas maiores, geralmente em projetos interdisciplinares, que contemplam diversas etapas:

  • Antes – No período que antecede a realização da atividade os alunos devem ser convidados, motivados, estimulados a se envolver no projeto por meio da apresentação de questões-problema que orientarão o olhar investigativo e a coleta de dados. Esse é o momento de apresentar a eles, e capacitá-los, as técnicas de investigação que serão utilizadas, o material que será utilizado e a abordagem do trabalho.
  • Durante – Durante as atividades do estudo do meio os alunos realizam diversas atividades para coleta de dados e os registram por meio de estratégias e recursos variados. Esse é momento da investigação propriamente dita, com observações de fenômenos naturais, visitas a sítios históricos, entrevistas com pessoas importantes para o projeto, análise de casos reais etc.
  • Depois – Ao retornar para a escola, os dados coletados devem ser organizados, tratados e utilizados como evidências para a elaboração de explicações e respostas às questões-problema. Uma vez feito o tratamento dos dados, os resultados devem ser comunicados à comunidade escolar por meio de pôsteres, seminários, maquetes, relatórios ou outras formas de comunicação.

 

Projetos que investigam situações-problema

Estudos do meio são, por excelência, oportunidades para trabalhar segundo a metodologia de projetos, abordando situações-problema reais de forma investigativa.

Os alunos devem ser organizados em grupos, identificar questões que serão investigadas, elaborar planos de ação, ir a campo investigar e coletar dados, tratar os dados, elaborar explicações e conclusões baseadas em evidências, comunicar suas descobertas por meio de estratégias e recursos variados.

Eles representam uma oportunidade única para desenvolver habilidades e competências relacionadas ao trabalho em grupo, ao uso de ferramentas tecnológicas, à resolução de problemas e diversos outros aspectos essenciais para o cidadão do século XXI.

 

Organização do estudo do meio

Estas atividades precisam ser organizadas com atenção aos mínimos detalhes, de modo que os alunos tenham o maior aproveitamento possível. Algumas etapas essenciais são:

  • Elaboração do projeto interdisciplinar envolvendo diversas áreas, de modo que a viagem não seja um fim em si mesma, mas apenas uma das etapas de um projeto maior.
  • Elaboração das sequências didáticas preparatórias, em que os alunos são estimulados e capacitados a participar da atividade em campo.
  • Elaboração do material didático.
  • Convite, ou estímulo à participação de todos.
  • Autorização de pais / responsáveis.
  • Contratação de transporte.
  • Reserva de hotéis / restaurantes.
  • Contratação de guias / monitores.
  • Elaboração de material de apoio, como cadernos de campo para registro de dados.
  • Agendamento de visitas e entrevistas.
  • Diversos outros itens também de grande importância.

Em atividades simples geralmente a escola dá conta de todo o processo, porém, em atividades mais elaboradas algumas vezes elas contratam operadoras de turismo especializadas na organização desse tipo de viagem.

 

Ganhos para professor e alunos ao realizar estudos do meio

Professores

Certamente é uma excelente oportunidade para observar os estudantes trabalhando por conta própria, em ambientes diferentes da sala de aula, identificando questões a serem investigadas, planejando e conduzindo investigações, coletando dados, organizando-os… trabalhando em equipe! Nessa situação é possível avaliar diversos aspectos do aluno que, de outra maneira, não estariam evidentes.

Alunos

Ao sair da sala de aula em direção ao mundo real a criança muitas vezes se depara com situações não previstas, que a obrigam a mobilizar todos os seus recursos para lidar com o inesperado.

Também é um momento de conversar com pessoas além da comunidade escolar, tomando contato com outras realidades e aprendendo a lidar com culturas e histórias de vida diversas da sua.

Uma viagem de Estudo do Meio pode ser muito mais divertida e interessante que outras viagens. Isso porque geralmente é planejada com muito mais detalhes, aproveitando todas as oportunidades que o local oferece. Nessas viagens são visitados locais que normalmente não chamam a atenção de turistas, mas que possuem atrativos muito interessantes, seja do ponto de vista ambiental ou cultural.

 

Estudos do meio no Brasil

Ao analisarmos o texto da Carta de Pero Vaz de Caminha, descrevendo a terra recém descoberta aos reis de Portugal, é bastante possível imaginá-la como o relatório de uma viagem de estudo do meio. Clique no link a seguir e leia-a com atenção. A descrição é rica em detalhes e até mesmo emocionante!

Atualmente, há diversos locais bastante interessantes em que são realizados estudos do meio. Um dos locais mais interessantes, devido ao impressionante patrimônio histórico, cultural e natural, é a região do Lagamar, no sul do estado de São Paulo.

O complexo estuarino-lagunar formado pela Ilha Comprida, Ilha de Cananeia, Ilha do Cardoso e outras, é um verdadeiro paraíso no qual podemos investigar as relações entre diferentes ambientes litorâneos e o ser humano ao longo do tempo.

Clique no link a seguir para conhecer um pouco mais sobre a região.

 

Finalizando

Leia também o artigo sobre Sequências Didáticas. O planejamento detalhado de um estudo do meio envolve diversas etapas, assim como o planejamento de uma sequência didática.

Pense a respeito.

Abraços.

Carlos Eduardo Godoy (Prof. Amparo).

 

Fonte da imagem tema – http://www.freepik.com/free-vector/colourful-geometric-explorer-boy_829866.htm

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.