Fotografe para não esquecer

Você se lembra da última viagem que fez? Acha que conseguiria narrar em detalhes todos os acontecimentos, sem esquecer de nada, ou ainda sem alterar os fatos?

Não é tão fácil quanto parece. Ainda mais se você viaja bastante.

Podemos comparar nossa memória a uma gaveta na qual vamos colocando novas informações continuamente. Aquelas mais antigas, se não forem resgatadas e trabalhadas, vão ficando soterradas e cada vez mais difíceis de serem encontradas.

Tente se lembrar de uma viagem feita anos atrás! A mais antiga possível. O que você se lembra dela?

Provavelmente há lacunas em suas informações. Talvez nem se se lembre dela.

 

Juntar experiências ao longo da vida

Viajei bastante! Não tanto quanto gostaria, mas o suficiente para conhecer um pouquinho de nosso belo país.

Ao entrar na faculdade de biologia, encontrei diversas pessoas cujo principal objetivo era conhecer o máximo possível do mundo natural. Na época, nosso sonho era viajar o mundo como Jacques Cousteau, David Attenborough e outros naturalistas famosos. Quem sabe refazer os passos de Charles Darwin!

Praia, montanha, floresta, caverna… todo ambiente era um desafio a ser vencido, explorado, descoberto. Fiz muitas viagens para explorar locais ainda pouco conhecidos. Nosso curso de biologia era o caminho para transformar sonhos em realidade. Me diverti bastante!

Essas viagens, comuns dentro de faculdades de biologia, geologia e geografia, eram raras foram do ambiente universitário. Na época, o ecoturismo e o turismo de aventura ainda eram pouco praticados.

Tenho lembranças inesquecíveis. Principalmente, dos momentos de maior emoção. Porém, não tenho nenhuma imagem!

A fotografia era um hobby bastante caro, pois havia o preço dos filmes, da revelação e da ampliação de cada foto.  Eu não tinha câmera fotográfica!

Estive dezenas de vezes no Petar e na Ilha do Cardoso, pois trabalhava como monitor em viagens de estudo do meio e ecoturismo. Conheço esses locais muito bem, mas aquilo que ocorreu em cada viagem agora é uma grande sopa de informações misturadas. Com o tempo, muitas das lembranças estão se perdendo, ou até mesmo se mesclando.

Se eu tivesse fotografado, hoje teria álbuns que contariam a história de cada aventura.

A fotografia é uma ferramenta de registro fantástica, que permite eternizar momentos!

 

Imagens de viagens

A partir do momento em que comprei minha primeira câmera passei a fazer registros dos principais momentos de cada viagem. Hoje tenho a possibilidade de resgatar as principais informações sobre diferentes locais que visitei nos últimos anos. Criei contas no Instagram e no Facebook, onde publico as fotos e compartilho com os amigos.

As imagens a seguir mostram alguns desses momentos.

Caminhada ao Pico da Bandeira

Foto feita no Caminho da Luz – De Tombos (MG) ao Pico da Bandeira

Estudo do Meio na Ilha do Cardoso - Cananeia / SP

Ilha do Cardoso – Estudo do Meio

Editando imagens em Expedição ao Pantanal Matogrossense

Pantanal mato-grossense – Expedição para fotografar a fauna da região

Viagem de Birdwatching ao Parque Estadual Carlos Botelho

Viagem de Birdwatching ao Parque Estadual Carlos Botelho

Observando estrelas no Acampamento Replago

Observando estrelas no Acampamento Replago

Finalizando

Pense a respeito.

Se você ainda não tem o hábito de fotografar, aprenda a usar a câmera de seu smartphone e passe a registrar seu cotidiano.

Ao menos registre suas viagens e eventos mais importantes! Crie albuns virtuais e organize suas fotos em álbuns. Assim, a qualquer momento você poderá reviver detalhes de eventos passados.

O facebook permite fazer isso com facilidade e compartilhar com os amigos. Já o Instagram, apesar de não criar pastas ou álbuns, é uma rede social voltada para o compartilhamento de fotografias que faz muito sucesso.

Garanto que será extremamente gratificante olhar as imagens algum tempo depois.

Abraços.

Carlos Eduardo Godoy (Prof. Amparo).

 

Agora peço sua ajuda!

O formulário a seguir leva a uma pesquisa sobre temas de interesse de professores, para que eu possa planejar os artigos futuros.
Você poderia respondê-la? Você poderia compartilhar com seus amigos professores?
O link é https://goo.gl/forms/2FSZ03UPOE5JM8PE3